segunda-feira, 4 de Outubro de 2010

guinea_bissau_mw.gif (5035 bytes)                           guinea_bissau_wv_mw.gif (12593 bytes)

GUI-BIS.gif (11331 bytes)                                 guinea_bissau.gif (6158 bytes)

guinea_bissau_mwi.gif (4333 bytes)                                 guinea_bissau_wf_mw.gif (3540 bytes)




bandeira é definida classicamente como sendo o símbolo representativo de um estado soberano, ou país, municípiointendênciaprovíncia, organização, sociedadeclãcoroareino, ou seja todo ente constituído seja uma nação e seupovo, até mesmo uma família tradicional, desde que reconhecidos pelos entes enteragidos por Lei ou tradição. O estudo das bandeiras é conhecido como vexilologia, da palavra latina vexillum, antiga insígnia das Legiões Romanas.

Presença


A origem das bandeiras remonta à Idade Média, quando os exércitos aliados, para não se confundirem uns com os outros, usavam um pedaço de pano hasteado num estandarte, com as cores e sinais de identificação do batalhão ou companhia envolvida. Assim evitavam o temido fogo amigo. As bandeiras têm suas origens nas insígnias, sinais distintivos de poder ou de comando usados desde a antiguidade e que poderiam ser figuras recortadas em madeira ou metal, ou pintadas nos escudos. A substituição dos signos figurados de material rígido por tecidos pintados em cores vivas foi feita pelos romanos, com seu vexilium (estandarte), uma tendência que se acentuou durante a Idade Média.

BANDEIRA DO CAMBOJA

 

A bandeira do Camboja foi adotada oficialmente após o restabelecimento da monarquia, em 1993. Ela possui três faixas horizontais, duas azuis e uma mais larga ao centro na cor vermelha. Na faixa central está representada a entrada do templo Angkor Wat, construído pelo rei Suryavarman II, no inicio do século XII, para ser o templo central, inicialmente hindu e depois budista, e capital do Estado.

BANDEIRA DA CHINA

 

A bandeira da China foi adotada em 1949 e sua cor predominante é o vermelho, que simboliza a revolução e o Partido Comunista da China, que tomou o poder na guerra civil daquele ano. Estão dispostas cinco estrelas, sendo que a maior representa o Partido Comunista e as quatro menores o povo chinês. O amarelo das estrelas representa o brilho da luz no solo chinês e o posicionamento das quatro menores o engajamento entre o povo e o partido.

URUGUAI
A bandeira do Uruguai é um dos símbolos nacionais do país e foi adotada em 1828. Sua característica mais conhecida é o “Sol de Maio”, sol dourado que leva um rosto desenhado, também presente na bandeira Argentina, sua inclusão na bandeira deve-se aos laços históricos que uniram as duas nações quando elas compunham as Províncias Unidas do Rio da Prata, na independência da Espanha. A disposição de seus elementos é inspirada na bandeira dos Estados Unidos da América.
CHILE
A bandeira do Chile foi adotada em 1817 após a vitória de Chacabuco, batalha decisiva para sua independência contra o exército espanhol. A estrela única sublinha o fato de que o Chile é uma república unitária e não uma república federal. Suas cores têm significados, o vermelho representa o sangue dos patriotas que lutaram pela independência, o branco representa a neve dos Andes e o azul representa a cor do céu. Uma curiosidade é que a bandeira do estado norte-americano do Texas é semelhante à bandeira chilena.
EQUADOR


ECU.gif (9581 bytes)                     ecu2.gif (3377 bytes)                         ecuador_fb_mw.gif (8540 bytes)

ecuador_mw.gif (6070 bytes)                                      ecuador_mwb.gif (9066 bytes)



BANDEIRA DE ANTÍGUA E BARBUDA
  
 

A bandeira nacional de Antígua e Barbuda, nação constituída de duas ilhas situada entre o mar do Caribe e o oceano Atlântico, foi adaptada em 27 de fevereiro de 1967. O sol simboliza o nascimento de uma nova era; o negro simboliza a ancestralidade africana do povo; o azul simboliza o mar e a esperança; o vermelho simboliza a energia e o branco simboliza a areia de suas praias.
BANDEIRA DAS BAHAMAS
  
 
  
A bandeira nacional das Bahamas, país do Caribe situado entre o oceano Atlântico e o mar das Caraíbas, foi adaptada em 10 de julho de 1973. A bandeira consiste de três listras horizontais, nas cores azul celeste e amarelo, que representam as areias da nação e as águas que a rodeiam. Um triângulo negro, baseado na tralha (parte que se prende ao mastro) simboliza a unidade do país.